Deputado Federal Julio César: Hoje com os espaços abertos, a natação pode ser a modalidade mais segura em tempos de pandemia

2
370

Deputado Federal Julio César, Secretaria de Esporte e Governo do Distrito Federal juntos, a favor do esporte.

Através de pedido/indicação do Deputado Federal Julio César, hoje foi autorizado pelo Governo do Distrito Federal a reabertura das piscinas dos clubes recreativos para os treinos de natação.

Agora os atletas da cidade podem contar com toda estrutura e segurança para manter a sua rotina de treinamentos.

Continuem contando com o meu apoio. Agradeço ao governador, Ibaneis Rocha e a secretária de Esporte Celina Leão pela sensibilidade em atender o nosso pedido. Ressalta o Deputado Federal Julio César. 

Por: Eduardo Magregor.

Um dos esportes mais completos e recomendados, é a natação que vem a proporciona desde a perda de calórica a dar um novo equilíbrio muscular. Ela tem seu mérito até o na recuperação de lesões. Uma modalidade indicada para pessoas de todas as idades e biótipos, tendo muitos benefícios a oferecer a saúde da população.

*Foto by arquivo mídia: Deputado Federal Julio César.

Muitos meses já se foram desde a chegada do Novo Coronavirus em alastramento pelo mundo. E inegavelmente verdade que severos foram os cuidados com a #Saúde de todos neste periodo em que estamos a viver. Os atletas/amantes das atividades físicas vieram também a sofre suas perdas em seu uso cotidiano. Assim como todas as pessoas que não são atletas, mais que cuidam da sua saúde e do seu corpo. Com as academias fechadas, parques, esportes coletivos proibidos, com a natação não foi diferente.

Clubes, áreas sociais de condomínios e locais especializados, propícios ao uso dos praticantes  estavam inacessível para pratica até alguns dias atrás.

Hoje com a abertura parcial destes espaços ao público seguindo regras de cuidados com a saúde para evitar contágios pelo vírus, já podemos enxergar com maior diferença o quadro/vivência em nossa capital com esta flexibilidade assumida pelo Governo do Distrito Federal.

Com os estudos sendo cada vez mais rígidos seguindo com precisão toda a margem de flexibilização da quarentena que desde o início foi tomada como ferramenta principal junto ao uso de máscaras e higienização por álcool em gel.

A natação poderia ser a modalidade mais segura em tempos de pandemia?

Para responder esta pergunta e assim tirarmos outras duvidas e até mesmo questionamentos sobre o tema da modalidade.

Podemos falar que sem sombra de dúvidas a natação foi o esporte mais afetado pela pandemia. Conforme o andar da carruagem as outras modalidades se refizeram/se adaptaram, as lives que puderam ser realizadas e treinos online foi um exemplo desta realidade de uso aos profissionais de educação física e alunos.

Seria seguro voltar às piscinas? 

De acordo com um estudo publicado na Espanha, não existem evidências do contágio do novo coronavírus em piscinas. O que se sabe é que todo o cuidado precisa ser tomado no entorno das mesmas, mas que dentro da água (desde que a concentração de cloro livre seja igual ou menor que 0,5 mg/L e o Ph menor que 8,0, o que faz com que o vírus seja destruído pelo cloro existente na água) não há risco de contágio.

“Normalmente a concentração de cloro livre recomendada para as piscinas deve ser em torno de 2 mg/L, ou seja, cerca de 4 vezes maior que a necessária para desinfetar a água contra o coronavírus”.

Para que um treino na piscina possa acontecer, é importante evitar o descanso próximo às pessoas que também estejam na aula, além de priorizar o não compartilhamento de materiais. Esses, devem ser desinfectados antes e depois das aulas. O professor comenta que é aconselhável também usar a piscinas com as raias não no comprimento, mas sim na largura.

“O cloro mata o coronavírus e talvez a natação se torne o esporte mais seguro no período pós pandemia, por se tratar da única modalidade esportiva em que o participante está totalmente envolvido no fluido que higieniza e mata o vírus.

Na natação não existir um contato direto entre os participantes”.

Além das medidas já citadas, para que as atividades aquáticas aconteçam, os protocolos de segurança devam seguir sua rigidez elaborada  por lei e ativa para todos os locais em retomada de suas atividades.

Fonte: Blog Olhar Digital.

” Uma razão para escrever, uma ação para informar”.

2 COMENTÁRIOS

  1. Me salva desse calor
    Será que poderia me ajudar a divulgar uma situação

    A prefeitura de Juiz de Fora liberou várias atividades físicas e deixou de fora a natação.
    A natação está ligada diretamente ao sistema respiratório e sua prática sempre esteve ligada a boa saúde.
    Além disso
    É comprovado! Que Água e piscina não transmitem coronavírus

    Estudos já comprovaram que é seguro praticar natação até mesmo durante a pandemia, pois o vírus causador da Covid-19 é eliminado ao entrar em contato com o cloro!
    Vale lembrar que vários produtos de desinfecção utilizados para eliminar o vírus contêm a substância entre os componentes: a solução de hipoclorito, utilizada em superfícies e até mesmo em hospitais.
    De acordo com o estudo realizado pelo Conselho Superior de Pesquisas Científicas da Espanha, as soluções utilizadas nas piscinas com o objetivo de desinfectar a água são o suficiente para exterminar o coronavírus e, também, outros tipos de vírus e bactérias.

    Poderia ajudar a questionar junto a prefeitura qual a lógica de excluir a natação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui