JORNALISTAS – O que somos, quando nos tornamos e cá estamos vivos a 213 anos fazendo parte da história

0
22
Nós jornalístas possuimos uma característica regida de elementos que nos possa definir de alguma forma. Podendo ser uma característica de existência social ou simbólica essencial. Existirmos pela real confiança no que fazemos consolidando diante da nossa virtude natural e profissional habitado em nossas relações com a verdade.
No século XVIII o jornalismo buscava atender os ideais do Iluminismo. Estagnados sobre este fato? Claramente que não pois as mentes naquele momento já estavam bastante claras.
Liberdade, igualdade e fraternidade. A razão é a luz que ilumina nossa conduta nos dando credibilidade em portarmos a mensagem ao mundo.
*Imagem: O primeiro jornal publicado no Brasil.
O termo credibilidade que advém do latim, credibilitate ou credibilitas e em ambos os casos, vem a significar qualidade ou característica de quem é confiável ou àquilo em que “se pode crer.

O jornalismo se difere das demais formas de comunicação.

Charge de 1888 intitulada “Os espíritos diabólicos da imprensa dos dias atuais”. Alguns dos espíritos que saem da impressora se intitulam “escândalo”, “notícias criminais”, “jornalismo pessoal” etc.
Sobre tudo isto: Entedemos o passado, vivemos o presente e fazemos destes momentos o nosso futuro. Por: Eduardo Magregor. 
Fonte: Blog Olhar Digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui