RITMO ACELERADO  : Brasil chega a 180 milhões de doses aplicadas na campanha de vacinação contra a Covid-19

0
40
Com avanço da vacinação, média móvel de óbitos pela doença apresenta o menor índice desde janeiro de 2021.

De braço em braço, o Brasil atingiu nesta quarta-feira (25) a marca de 180 milhões de doses de vacina Covid-19 aplicadas na população brasileira. Dessas, 123,2 milhões foram de dose um e 55,2 milhões foram de doses dois ou de imunizantes de dose única. Com avanço da vacinação, a média móvel de óbitos pela doença apresentou o menor índice desde o dia 9 de janeiro de 2021.

Para o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, os resultados do avanço da vacinação têm colocado o Brasil no caminho para pôr fim ao caráter pandêmico da Covid-19. E, com a chegada de novas doses de vacina, a expectativa é que toda a população adulta esteja vacinada com a primeira dose até o fim do mês de setembro.

“Hoje a prioridade número um é o enfrentamento da doença. E a principal medida que o Ministério da Saúde está tomando é a ampliação da campanha de vacinação. Tanto que já distribuímos mais de 223,7 milhões de doses e aplicamos mais de 180 milhões. É uma estratégia acertada. Estamos no caminho certo”, destacou Queiroga.

Queiroga lembrou ainda da importância de se tomar a segunda dose da vacina. Em novo levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde, mais de 8,5 milhões de brasileiros ainda não retornaram aos postos de vacinação para receber a segunda dose do imunizante. Vale lembrar que estudos demonstraram que a eficácia da vacina apresenta maior índice com o ciclo vacinal completo.

“As pessoas que tomaram a primeira dose precisam voltar ao posto de vacinação para receber a segunda dose. O Ministério da Saúde tem feito campanhas para incentivar a população. É preciso que as pessoas confiem na segurança das vacinas. Todas elas passaram por estudos rígidos e aprovadas pela Anvisa. Elas são seguras e eficazes”, lembrou o ministro.

Por : Fernando Brito
Fonte: Ministério da Saúde. Foto: Myke Sena/MS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui