Startup in School para estudantes da rede pública

0
14

Inscrições vão até o dia 17; participantes serão estimulados a criar uma startup que melhore o dia a dia do local onde vivem.

Estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal do 9º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio podem participar do Startup In School (SiS). As inscrições estão abertas até o dia 17 de setembro, por meio de formulário virtual, constante no site do programa.

O objetivo é despertar e desenvolver as competências empreendedoras dos alunos, e também o interesse pelos temas: tecnologia, empreendedorismo, liderança e inovação. O projeto pretende apoiar os dois projetos de mais destaque para se lançarem no mercado.

Os participantes terão acesso a um curso em formato de competição, e a proposta é estimular a criação de uma startup – empresa em fase inicial de organização que propõe uma solução inovadora a um determinado problema – baseada em tecnologia que melhore o dia a dia da cidade e região onde vivem.

A inscrição deverá ser feita em grupo, de três até seis estudantes, todos matriculados na mesma escola. Também será necessário indicar um ou dois professores orientadores para mediação durante a competição.

Google Startup in School DF é uma parceria entre a consultoria Ideias de Futuro, realizadora da proposta, a Google, patrocinadora desde 2015 e a Secretaria de Educação do Distrito Federal. Por meio da parceria, os alunos da rede pública de ensino do DF serão os primeiros no país a participar de uma versão regional do programa.

A edição do Distrito Federal

O curso desenvolvido em formato de competição tem duração de cinco semanas e abordará as principais etapas para a estruturação e o desenvolvimento de uma startup. É realizado 100% on-line, por meio do Google Classroom e Google Meets. Todos os estudantes que concluem o curso no prazo recebem certificado de participação. Os dez grupos melhores avaliados são convidados a participar da final da competição, o Demoday.

Trilha de aprendizagem

O programa é dividido em duas categorias: App Inventor, para grupos que querem aprender a criar aplicativos e Categoria Livre, para os que desejam trabalhar com alguma tecnologia. Todas as etapas ocorrem remotamente, por meio de plataformas digitais, com aulas gravadas e on-line, nas mentorias coletivas temáticas.

Premiações

O 1º lugar de cada categoria irá receber um vale presente de R$ 2 mil, para ser dividido pelo grupo, e ainda a aceleração do projeto desenvolvido. No caso do 2º lugar de cada categoria, o valor do vale presente é de R$ 1 mil, também para ser dividido e a aceleração.

O objetivo da aceleração é ajudar a startup a se lançar no mercado. É realizada por meio de mentorias coletivas e individuais, de forma on-line, com profissionais da Ideias de Futuro e outros especialistas, durante cinco meses.

Startup in School premiará com um vale presente no valor de R$ 150 cada, os professores orientadores dos 1º e 2º lugares de cada uma das categorias – App Inventor e Categoria Livre.

* Com informações da agência Brasília  / Secretaria de Educação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui