Aos 9 anos, brasiliense já tem livro publicado, hamburgueria e dá aulas

0
470
Com superdotação, Ryan Maia é considerado o autor e empreendedor mais jovem do Brasil.

Escrever livro, dar aulas e montar o próprio negócio são exemplos de realizações que podem levar tempo para acontecer. Fazer as três coisas de uma vez é ainda mais complicado. Com apenas 9 anos, o pequeno Ryan Maia, no entanto, não só cumpriu toda a lista, como ainda quer mais. Ele é um caso de superdotação – ou alta habilidade – no Distrito Federal.

As mostras de que o menino tinha um aprendizado acelerado foram dadas ainda na pré-escola e chamaram a atenção dos pais e professores. “A primeira sinalização foi no jardim de infância, ele aprendia as coisas muito rápido. Tanto que, já na primeira série atual segundo ano, encaminharam ele para fazer alguns testes”, explica Márcio Alan, o pai do garoto.

Foram seis meses de acompanhamento inicial. Após ter a dotação confirmada, Ryan passou a frequentar aulas na turma de altas habilidades da Secretaria de Educação. O intuito era não deixar que ele ficasse desestimulado com as aulas regulares. “Ele acabou passando para a turma de 12 anos. Tem aulas sobre ciência e outras coisas. Na escola ‘normal’, ele foi nomeado monitor da classe e, quando termina os exercícios mais rápido que todo mundo, vai nas carteiras ajudando os amigos”, diz Márcio.

O que deu grande reconhecimento ao garoto, no entanto, foi o livro Uma heroína e um Herói, publicado há dois anos, após grande esforço da família. A história rodou o Brasil e passou a ser utilizada por vários professores em salas de aula. Desde então, Ryan passou a ser requisitado para palestrar pelo país para contar a própria experiência.

Apesar da grande repercussão em cima do menino, ainda pequeno, Ryan afirma que não se sente incomodado. Eloquente, diz tratar com naturalidade os temas das diversas palestras. “Se é um assunto muito fácil, eu vou lá e falo. Se for algo mais difícil, como política, eu tenho um material para estudar”, explica.

Apesar da superdotação, o garoto faz questão de lembrar que ainda é criança. Gosta de brincar com amigos na rua onde mora, em Ceilândia, e assistir desenhos. Por sinal, foi assim que ele teve a ideia para lançar a hamburgueria Ryan Maia.

LEIA MAIS:

Conselheiro do TCDF, Renato Rainha se casa em evento transmitido no YouTube.

GDF Avança a revisão da Lei de Uso e Ocupação do Solo.

“Minha mãe queria abrir uma loja de doces, mas eu vi o Bob Esponja que trabalhava no Siri Cascudo e pensei: que tal termos uma lanchonete também? Fica a dica para os pais nunca dizerem que desenho não serve para nada”, diverte-se o menino.

Além de ajudar no empreendimento, criado com o próprio dinheiro arrecadado com palestras, ele estuda inglês, programação e oferece aulas pela internet. Mesmo com a agenda cheia, Ryan teve tempo de escrever novos livros. Um deles é continuação da obra de estreia e outro já está em fase final de produção, A Formiga Fora do Normal. “É a história de uma formiga que traça uma estratégia para afugentar o tamanduá do formigueiro onde ela mora”, adianta.

Dentre tantas coisas que Ryan já fez, ele revela um sonho ainda por realizar: ser ator. “Pretendo continuar como palestrante, mas ainda quero participar de um filme”, diz. Como protagonista”, ressalta.

Confira uma das aulas de Ryan:

Fonte: Metrópoles.