Chega de preconceito: youtuber viralizou ao mostrar as expressões preconceituosas

0
433

Chega de preconceito! Cinco expressões capacitistas para não falar mais Recentemente, youtuber viralizou ao mostrar as expressões preconceituosas presentes no vocabulário brasileiro

Recentemente, youtuber viralizou ao mostrar as expressões preconceituosas presentes no vocabulário brasileiro.

Mais de 45 milhões de brasileiros têm algum tipo de deficiência, de acordo com o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número equivale à quase 25% da população do país, o que, no entanto, não impede que essas pessoas sejam alvo de discriminação. Esse preconceito é definido como capacitismo, termo recente na língua brasileira que se refere à ações e expressões que os inferiorizam.

De acordo com o assistente social especialista em educação inclusiva José Roberto Fonseca, as expressões capacitistas colocam a pessoa com deficiência na posição de incapaz de ter ou conquistar feitos por conta de suas condições. “Conseguir sucesso com deficiência é tido como superação, mas é algo normal. Ter deficiência não minimiza ninguém”, salienta.

“As pessoas só entendem que ter deficiência não incapacita ninguém quando convivem com um deficiente e o tratam sem restrições. A inclusão passa a ser natural nos espaços deixa de ser uma obrigação”, afirma José, que é cadeirante.

youtuber Mariana Torquato discute o assunto desde 2016 em seu canal na plataforma de vídeos, o Vai Uma Mãozinha Aí?. Recentemente, ela viralizou no Instagram com um Reels em que mostra as expressões preconceituosas presentes no vocabulário brasileiro.

Fonte: Metropoles.