GDF vai criar nove unidades do Conselho Tutelar em cidades do Distrito Federal

0
372
A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou na terça-feira(17) proposta do Poder Executivo que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020 que prevê a criação de novas unidades do Conselho Tutelar, bem como assegurar a gratuidade na obtenção da segunda via da Carteira de Identidade.

LEIA MAIS

Prédio do Albergue de São Sebastião será transformado em escolas para mil alunos.

Os 16 dos 24 deputados distritais ao analisar o projeto de lei nº 1.552/2020, enviado pelo Executivo,  entenderam a importância da criação de 9 novas unidades do Conselho Tutelar nas regiões de Samambaia, Santa Maria, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Paranoá, São Sebastião, Taguatinga, Sobradinho, Planaltina e Cidade  Estrutural.

A proposta do Executivo também pediu a alteração nos anexos de metas fiscais da LDO, além da isenção do pagamento da taxa de expediente para a obtenção da segunda via da Carteira de Identidade.

A gratuidade do documento vale para as pessoas que fizerem a solicitação nas ações sociais do Programa “SEJUS mais perto do cidadão”.

A isenção só será concedida por uma única vez.

Emendas apresentadas pelos deputados ao texto original também modificaram a LDO, estabelecendo que serão destinados 2% da Receita Corrente Líquida para atendimento de emendas parlamentares individuais.

Fonte: RADARDF/ CLDF.