Ibaneis sobre chegada da Amazon ao DF: “Temos uma logística diferenciada”

0
562
Gigante norte-americana vai inaugurar três novos centros de distribuição no Brasil, um deles em Santa Maria, no DF.

O governador Ibaneis Rocha, durante solenidade ocorrida na manhã desta terça-feira (10/11) no Palácio do Buriti, comentou sobre a chegada do centro de distribuição da Amazon ao Distrito Federal. Segundo o chefe do Executivo local, tanto a empresa norte-americana quanto outras multinacionais têm incluído Brasília no radar. “Temos uma condição de logística diferenciada”, disse Ibaneis.

Amazon vai inaugurar três novas unidades no país: em Betim (MG), em Nova Santa Rita (RS) e em Santa Maria (DF). A unidade do DF é vista como fundamental na expansão dos serviços de entrega da multinacional no Brasil. As três anunciadas se juntam às cinco já em operação no país: quatro em São Paulo (Barueri e Cajamar) e uma em Pernambuco (Cabo de Santo Agostinho).

LEIA MAIS:

Servidores do DF terão descontos no comércio e em cursos de graduação.

Governo do Distrito Federal  reforça controle no Lago Paranoá.

“Comemoramos essa chegada com a expectativa de gerar mais empregos, estimular a instalação e a criação de empresas satélites, aumentar a arrecadação e contribuir para o nosso crescimento econômico”, disse o governador Ibaneis Rocha (MDB). Ele destacou a vocação de Brasília como grande operadora logística nacional.

Os novos centros garantem entregas em até dois dias para os clientes do serviço Prime em 500 municípios, número que deve aumentar com a atuação dos novos centros de distribuição. “Estávamos há pouco mais de quatro meses tratando com os dirigentes da Amazon. Fizemos a concessão e isso só foi possível porque no ano passado nós regulamentados toda a parte de incentivos fiscais do DF e a empresa se interessou”, disse o governador, ao fim da solenidade em que assinou o decreto que regulamenta a CNH Social para baixa renda.

Segundo Ibaneis, além da Amazon, há outras empresas já em contato com a Secretaria de Economia para que possam instalar seus centros de distribuição no DF. O governador, porém, não divulgou os nomes das entidades nem detalhou o quão adiantadas estão as tratativas.

Fonte: Metrópoles.