Maligno: Tarado do Parque sequestrou jovem na Rodoviária e passou dias estuprando a vítima

0
474

Jovem de 16 anos foi dopado no terminal do Plano Piloto e amarrado a uma cama pelo maníaco, que o sodomizou por vários dias, em 2013.

Tenebroso e com atos de violência sexual cada vez mais cruéis, o passado de João Batista Alves Bispo, 41 anos, conhecido como o Tarado do Parque, é revirado pelos investigadores da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). O criminoso agiria, pelo menos, desde 2013, e teria feito dezenas de vítimas, em várias cidades do Distrito Federal. A primeira delas, um adolescente de 16 anos, foi sequestrado e passou dias sendo sodomizado pelo estuprador.

LEIA MAIS:

Tarado do Parque no Distrito Federal é Preso pela PCDF.

De acordo com as apurações, a vítima foi abordada pelo cozinheiro na Rodoviária do Plano Piloto, em meados de 2013. Na ocasião, João Batista procurava emprego, mas não deixava de escolher possíveis vítimas em meio à multidão. O adolescente foi presa fácil para o cozinheiro, que o convidou para tomar um suco. Sem perceber, o jovem foi dopado com Diazepam, medicamento de uso controlado, indicado para reduzir crises convulsivas, mas com alto poder de sedação.

O jovem foi amarrado a uma cama, na casa do cozinheiro. Lá, foi sodomizado e passou por sevícias durante cinco dias. Desorientado e com perda de memória recente em razão das altas doses de sedativo, a vítima foi abandonada na rua. “Esse autor tem semelhanças com o maníaco do Paranoá,  Marinésio dos Santos Olinto, preso pela PCDF por matar duas mulheres e fazer diversas outras vítimas. Ambos têm traços de sadismo e psicopatia”, disse o delegado-chefe da 1ª DP, Marcelo Portela.

Fonte: Metropoles.