Reforma no centro cirúrgico do Hospital do Gama humaniza contato pós-parto

0
116
Sala de recuperação pós-anestésica permite o contato precoce pele a pele entre mães e bebês, procedimento conhecido como “hora de ouro” que fortalece vínculos afetivos e integra normas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O Hospital Regional do Gama (HRG) deu início, nesta semana, a um atendimento diferenciado às mulheres que passaram por parto cesárea com o padrão classificado como “hora de ouro” – quando há contato pele a pele precoce, logo após o nascimento, conforme as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A melhora no serviço veio com as adequações no centro cirúrgico da unidade, que, agora, conta com uma sala de recuperação pós-anestésica exclusiva para as mães. Também passou a ser garantido o direito de a mulher ter o seu acompanhante de escolha desde a recepção do hospital até a alta.