ABSURDO NO ITAPOÃ: Grávida é presa por negociar a venda do próprio filho

0
412

A mulher que ia vender o filho ainda na barriga prestou depoimento aos policiais da 6ª DP do Paranoá que investiga o caso

A Polícia civil do DF, por meio de equipe da 6a DP. cumpriu mandado de busca e apreensão na residência de suspeitos de negociar a compra de uma criança ainda na barriga da mãe na cidade do Itapoã DF. Um militar da Marinha, no Rio de Janeiro é  suspeito de aliciar jovens grávidas e pagar pelas crianças.

A apuração  de uma rede de tráfico de bebes se iniciou a cerca de 1 mês, quando um homem veio à 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) afirmando que a companheira, grávida de 4 meses, estaria negociando a venda do próprio filho ainda em gestação.

O homem teria visto conversas arquivadas no celular que envolvia até quantia determinada para manutenção da grávida durante a gravidez.

Os depoimentos colhidos até o momento dão conta que a grávida conversou com a suspeita por um site que tratava de interessados em doação e adoção de bebês e que a grávida se hospedou na casa dos suspeitos por um período.

A polícia fez buscas e encontrou  outras crianças na  casa do militar  no Rio de Janeiro. Entre elas, um bebê de 2 meses.

Por ordem judicial a grávida retornou ao Distrito Federal  e está usando tornozeleira eletrônica.

As investigações prosseguem. Material apreendido durante as operações foram encaminhados para perícias.

Fonte: Radardf.