Distrito Federal: na prática de esporte a atenção deve ser redobrada

0
412
Vigilância Sanitária alerta: durante atividade física, máscaras precisam ser trocadas e equipamentos de uso comum, higienizados.

Com a autorização do uso de equipamentos e espaços públicos que incentivam a prática de esporte e a retomada de eventos esportivos , a população do Distrito Federal precisa manter as medidas de segurança para evitar a proliferação do novo coronavírus. Entre as recomendações dos infectologistas estão o uso da máscara e de álcool gel.

A gerente de Risco da Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, Fabiana de Mattos, lembra que as pessoas precisam se adaptar à nova realidade. “A população deve ter consciência. Se está com sintomas gripais, evite ir para a rua e, sempre, mantenha distância de dois metros do próximo. Ao chegar em casa, coloque a roupa para lavar e tome banho”, reforça.

Leia também:

Direitos políticos de mulheres: Brasil é o 9º entre 11 países, diz ONU.

#SAÚDE: Brasil adere a aliança para aceleração da vacina contra o Coronavirus.

Projeto de coautoria de Julio Cesar que socorre setor esportivo na pandemia vai à sanção presidencial.

No caso de utilização de equipamentos públicos, como os Pontos de Encontro Comunitários (PECs), Fabiana alerta para a importância da higienização do local antes e depois do uso. “O ideal é que o usuário leve um frasco com álcool 70% e um pano para fazer a limpeza. Não é possível saber se quem usou antes limpou”, comenta. “Também é preciso levar máscara extra, pois se a que está usando molhar, é necessário substituir o item”, ressalta.

Em piscinas de clubes, a recomendação é fugir de aglomerações, de acordo com a gerente de Risco da Vigilância Sanitária. “O vírus é transmitido pelas vias aéreas, mas a água da piscina é tratada com cloro. Porém, é uma área pública e não se sabe se as pessoas que estão ali estão com sintomas gripais. A saída é ficar, pelo menos, a dois metros de distância”, aconselha.

Incentivo

Segundo a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão, todas as liberações esportivas feitas na capital foram criteriosamente avaliadas por vários órgãos do governo local. “Temos feito de tudo pensando na saúde das pessoas e na retomada de atividades físicas, que são importantes não só para aumentar a imunidade e a saúde física, mas também a mental. Nossa avaliação tem sido positiva sobre essas ações”, salienta.

Fonte: Agência Brasília.