Estado de saúde de mulher que estava em lancha no Lago Paranoá é grave

0
476
Após incêndio em embarcação, ontem (18/11), vítimas tiveram mais de 40% do corpo queimado. Mulher e homem atingidos pelas chamas estão internados no Hospital de Base e no Hran.

Uma das vítimas do incêndio em uma lancha no Lago Paranoá, na tarde desta quarta-feira (18/11), está internada em estado grave no Hospital de Base. O incidente aconteceu no Setor de Clubes Esportivos Sul (Sces), próximo ao Villa Náutica. A vítima, identificada como Jenifer Neris dos Reis Rezende, 39 anos, segundo o Corpo de Bombeiros, sofreu queimaduras de primeiro grau no rosto e nas pernas. As chamas atingiram, aproximadamente, 45% do corpo dela, de acordo com a corporação.

Bombeiros levaram 20 minutos para conter o fogo, que começou após abastecimento do barco.

Outra pessoa ficou ferida e precisou ser levada ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Anderson Cunha Oliveira, 37, sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus nas pernas e em parte das nádegas. Ele também estava na embarcação no momento do incêndio e teve 40% do corpo queimado. Ao receber atendimento, a vítima estava consciente, orientada e estável.

LEIA TAMBÉM:

PREMEDITAÇÃO: Advogados podem ter sido mortos por causa de fazenda milionária.

No momento em que as chamas começaram, cinco pessoas estavam na lancha, incluindo uma criança de 4 anos, que não se feriu. Uma pessoa que ajudava o dono da embarcação relatou aos bombeiros que o incêndio começou após o abastecimento do barco, em um posto nas proximidades.

Um dos dois motores da lancha havia parado de funcionar. O grupo parou a embarcação na Marina do Clube Villa Náutica, onde tentaram religá-la, mas apenas uma das máquinas funcionou.

A explosão ocorreu depois de o segundo motor ligar. Trinta militares Corpo de Bombeiros deslocaram-se às margens do Lago Paranoá para atender a ocorrência. O combater às chamas durou 20 minutos e exigiu uso de água e espuma.

Fonte: Correio Brasiliense.