Grávida de 3 meses que levou tiro na cabeça aguarda UTI em hospital do DF

0
403

Preso, companheiro da vítima disse à polícia que arma disparou por acidente. Ela está no Hospital Regional de Sobradinho (HRS).

Em estado gravíssimo, Lorrane Silva de Oliveira, que levou um tiro do próprio companheiro na tarde desta quarta-feira (11/11) aguarda um leito de UTI no Hospital Regional de Sobradinho (HRS). A mulher, que tem 24 anos e está grávida de 3 meses, chegou a ser transferida para o Hospital de Base mas retornou para o HRS ainda na noite desta quarta.

O companheiro de Lorrane, apontado como autor do disparo que atingiu a cabeça da mulher, foi preso e autuado por tentativa de feminicídio. Os dois estão juntos há seis anos e têm um filho de 2 anos. Eles moravam numa residência em Nova Colina, bairro de Sobradinho, onde aconteceu o disparo.

LEIA MAIS:

Governo do Distrito Federal anuncia plano contra coronavírus.

DANI SALOMÃO| A sabedoria das mulheres representam o mundo, mais a ignorância é a esperteza de forma errada é descartada.

Segundo o delegado-chefe Hudson Maldonado, da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), logo após o disparo, familiares correram para o quarto e encontravam a jovem, gravemente ferida. “A vítima estava com a cabeça jorrando sangue. Os familiares correram com Lorrane para o hospital e o autor do disparo fugiu, para Sobradinho II, onde se escondeu em uma região chamada Vila do Bode, mas foi localizado e preso”, explicou.

Em depoimento na delegacia, o autor afirmou que o disparo teria sido acidental.

Fonte: Metrópole.