Polícia Civil prende em flagrante suspeitos de agressão contra mulheres em Brazlândia

0
413
Em um dos casos, vítima era ameaçada por companheiro com quem conviva há seis anos. Em outra situação, homem agrediu a própria mãe. Ao menos três casos de violência doméstica no DF na noite de domingo (1º/11).

Dois homens acabaram presos em flagrante na madrugada desta segunda-feira (2/11), suspeitos de violência doméstica. As duas ocorrências aconteceram na zona rural de Brazlândia, em área conhecida como Incra 7. Os homens irão responder por ameaça e injúria. Com isso, já são três casos de violência contra a mulher em menos de 24 horas.

Segundo informações da Polícia Civil do Distrito Federal, no primeiro caso, a vítima, uma mulher de 22 anos, ligou para a 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia) dizendo que estava sendo ameaçada pelo companheiro, um homem de 27 anos. Os dois tem dois filhos e conviviam há seis anos. Em diversas ocasiões, ela já havia sido agredida tanto física quanto verbalmente, porém nunca havia prestado queixa.

Segundo a jovem, durante o dia, ela teria saído de casa com os filhos, para morar com a mãe. À noite, o homem foi até o local e a convenceu a retornar, prometendo que ele deixaria a residência. Contudo, ao chegar em casa, o agressor disse que não sairia, e passou a xingá-la e tentar agredi-la com socos. Ele só não conseguiu porque a irmã da vítima conseguiu impedi-lo.

LEIA MAIS:

Homem é morto diante da esposa e filho em guerra por ponto de tráfico em Taguatinga.

Não satisfeito, o homem apanhou um pedaço de pau para tentar acertar a ex-companheira, mas os irmãos dele conseguiram evitar o ataque. O agressor ainda ameaçou a mulher com uma faca e, sem conseguir alcançá-la, usou um pedaço de madeira para golpear o próprio carro.

Quando os policiais chegaram ao local, o suspeito havia fugido e, por isso, os agentes deram início às buscas nas proximidades. Neste momento, foram abordados por moradores relatando outra situação, também de violência doméstica: um homem de 27 anos havia agredido a própria mãe e o padrasto. O suspeito foi preso em flagrante.

Em seguida, os agentes retornaram à casa da primeira vítima e encontraram o ex-companheiro dela na porta. Os dois homens foram levados para à delegacia, com fiança arbitrada em R$ 1.050 para cada um. Como não houve pagamento, eles foram recolhidos à carceragem.

Mais um caso

Policiais militares prenderam um homem suspeito de ter agredido um mulher, na QE 38 do Guará 2, na noite desse domingo (1º/11). Eles foram até o local após serem acionados pela vítima, que contou ter sofrido agressão física e psicológica do companheiro.

Saiba mais

Onde pedir ajuda

  • Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência — Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República
  • Telefone: 180 (disque-denúncia)
  • Centro de Atendimento à Mulher (Ceam)
  • De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h
  • Locais: 102 Sul (Estação do Metrô), Ceilândia, Planaltina
  • Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam)
  • Entrequadra 204/205 Sul – Asa Sul / Telefone: (61) 3207-6172
  • QNM 02, AE, Conjunto G/H -Ceilândia/DF / Telefone: (61) 3207-7391
  • Disque 100 — Ministério dos Direitos Humanos
  • Telefone: 100
  • Programa de Prevenção à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar
  • Telefones: (61) 3910-1349 / (61) 3910-1350

Fonte: Correio Brasiliense.