Secretaria de Educação do Distrito Federal: Saúde, compromisso e consciência elevada em seus trabalhos

0
695

Por: Eduardo Magregor.

A Secretária de Educação vem surpreendentemente demonstrando sua responsabilidade como nunca antes testada, agora exposta a inúmeros cuidados com a saúde de todos os docentes devido a chegada do novo coronavirus.

” O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele. A educação tem raízes amargas, mas os seus frutos são doces “. Immanuel Kant/Aristóteles.

A pandemia forçou o surgimento de mudanças e junto a elas estão os redobrados cuidados que não devem ser deixados de lado em hipótese alguma.

Os poderes que representam o estado estão presentes a todo o momento, enxergando a relação humana em primeiro lugar diante do carater unânime a favor da vida.

A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo. Nelson Mandela.

LEIA TAMBÉM:

SEEDF disponibilizou dois canais para interessados em uma vaga nas escolas.

Secretaria de Educação do Distrito Federal: Um Conjunto de ações objetiva ampliar atendimento das crianças no DF.

Não podemos justificar a ausência da vida, mas sim a falta da presença dela antes da sua perda.

A importância da educação na vida de uma pessoa se reflete nos mais diferentes âmbitos: em sua capacidade de se relacionar, interpretar informações, lidar com suas próprias emoções, tomar decisões com senso crítico e, até mesmo, obter satisfação pessoal e profissional.

A educação está no topo, e ela encontra-se em todos os lugares do nosso dia a dia acredite. 

As vésperas do dia 20 de novembro, dia Nacional da consciência negra. Temos aqui à expressão do Secretário de Educação do Distrito Federal em referência à esta data histórica.
Imagem: Secretário de Educação Leandro Cruz.
Qual a representação/importância dessa data para o senhor Secretário ?

“O dia 20 de Novembro marca uma lição que na rede pública de ensino do Distrito Federal é ensinada todos os dias: a raça negra é igual à branca ou a qualquer outra em sua humanidade. Nossos alunos, professores, pais, assistentes, dirigentes, diretores, coordenadores estamos todos envolvidos na tarefa diária, árdua e obstinada de criar uma consciência racial justa, equânime e sincera nesta cidade que é o cérebro das mais altas decisões nacionais”, Leandro Cruz, secretário de Educação do DF.

Fonte: Blog Olhar Digital.